Reforma comercial: como se planejar para não estourar o orçamento

Reforma comercial: como se planejar para não estourar o orçamento

Já ouvi muita gente dizer que não precisa de projeto porque vai fazer uma obra simples, que contratar arquiteto é luxo, frescura ou coisa para milionário e que acha que sai mais barato resolver tudo por conta própria.  

A verdade é que qualquer coisa que se faça sem um planejamento prévio tende a sair do controle. Por mais simples que seja a obra, é fundamental começar definindo quanto dinheiro se pretende investir, qual o tempo disponível e qual o resultado esperado.

Em uma obra comercial, por exemplo, o fator tempo pode ser grande limitador. Daí, para se garantir a agilidade da obra, o gerenciamento de projeto poderá conduzir à escolha de sistemas construtivos mais rápidos e industrializados. Paredes em gesso, por exemplo, podem ser construídas e acabadas em dias enquanto as de tijolos levam semanas, com o mesmo efeito de resistência e isolamento acústico.

E,m projetos de arquitetura comercial, o controle financeiro também pode ser o elemento decisivo. Algumas empresas poderão precisar que o cronograma da obra seja organizado de acordo com o fluxo de caixa disponível ou o Budget deve ser menor que um valor tal porque, de outra forma, o retorno financeiro do negócio não se justifica.

Dessa maneira, o primeiro passo para se planejar e não estourar o orçamento de uma obra é contratar um arquiteto e desenvolver um projeto de arquitetura completo. Isso lhe dará instrumentos para pensar antes de fazer, prever e solucionar problemas, levantar custos precisos, planejar o uso do tempo e do dinheiro disponível.

Será que vale a pena usar um tipo de piso mais caro e com uma instalação mais rápida e barata ou usar um piso com custo menor, mas com instalação mais demorada e custosa? Só é possível pensar e tomar esse tipo de decisão quando se consegue vislumbrar a obra como um todo.  

Apesar de algumas diferenças em relação às obras comerciais, as residenciais tem os mesmos benefícios de controle e planejamento, permitindo um gerenciamento do projeto mais eficaz.

Contratar um arquiteto está longe de ser luxo e coisa de rico. Muito pelo contrário: é coisa de quem dá valor ao seu dinheiro e quer economizar, planejar o uso do tempo e garantir a qualidade do resultado.

No Comments


Leave a Reply

Your email address will not be published Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Newsletter

Assine nossa newsletter e receba novidades sobre arquitetura!